quinta-feira, 3 de abril de 2014

Opções e mudanças

Ando a finalizar a decoração da minha sala. Projeto, que comecei há cerca de 300 anos e foi interrompido por outras prioridades (Gravidez, carrinhos, biberões, quarto da Maria, aquecimento da casa, etc. etc.).
Agora que olho para a sala com olhos de ver, fazia tudo diferente. Na altura gostei, achei giro, mas hoje não a decoraria assim. Seguramente. 

Não é bom decidir coisas importantes a comprar quando se está gravida! É uma lição de vida! Estava farta de estar na loja a decidir pormenores, queria a sala pronta e desviei a atenção de pormenores importantes. Cai no erro que abomino: ver uma sala na loja e reproduzi-la em casa. Dá quase sempre asneira. E deu. 



Sofá: Adoro o tecido. Mas, deveria ter optado por dois sofás e nunca por uma chaise-longue anexada ao sofá. Este pormenor foi quase imposição do marido e hoje olhamos para lá e, se nos esticamos ao comprido naquela chaise-longue mais que duas vezes, foi muito. Ficava tão mais  bonito se tivesse optado por dois sofás e uns cadeirões junto à lareira. Agora estou a fazer uma pequena alteração ao sofá que acho que vai tornar o espaço mais leve. Se virem na imagem, já separei a chaise do sofá! E ficou bem melhor. Mas bem melhor.

Móvel TV: Giro. Mas só isso. Aquela parede teria ganho muito se tivesse pensado numa estante gira que incluísse espaço para a TV. Nada de modelos tetris e a fugir para o parolo, mas uma instante com estilo. Como tem uma espécie de dente dava quase para ficar embutida. Agora há que remediar, nem sei bem como, mas vou ter que remediar.


Sala de jantar: O Espelho do aparador foi má opção. Muito a condizer com o aparador o que tornou o espaço monótono. Quanto ao conjunto mesa e cadeiras acho que tem demasiado inox. Teria ganho com umas pernas das cadeiras em madeira. Por outro lado, o facto de ter escolhido o tecido das cadeiras igual ao do sofá (monótono mais uma vez) tornou o espaço morto. A escolha acertada teria sido um tecido mais claro ou  um tecido com dois tons de cinza.

Tapetes: Demasiado escuros. Aqui, até nem me crucifico, posso quase jurar que a amostra que me mostraram era mais clara. Mas, dizem-me que não, que a referencia era aquela e mimimi-mimimi.... Resumindo tirava-os hoje mesmo! A única vantagem que lhes vejo é que não largam pêlo e por isso óptimos para a Maria rebolar nos próximos tempos. 

Resumindo: como móveis, sofás, cadeiras, etc. etc. não são coisas que se pode trocar a cada estação, estou na fase de remediar algumas das minhas opções.

Assim sendo, finalmente decidi uma das coisas que mais dúvidas tinha: o papel de Parede! Está decidido e foi decidido com a ajuda de uma decoradora muito querida e paciente que a esta altura deve estar mega arrependida de me ter aceite como cliente! Sou a pessoa mais indecisa do planeta no que toca a coisas para mim. Papel de parede escolhido, candeeiros do aparador escolhidos, almofadas quase escolhidas. Estou tão ansiosa por ter tudo prontinho. Em breve (espero eu) vou mostrar o resultado que será feito com a ajuda preciosa dessa decoradora. Para já mostro as almofadas pelas quais me apaixonei e que já encomendei no etsy. Digam lá que não são lindas? E o papel??? Ansiosa por o ver colocadinho. Aiiiii...



.....